Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Alegadamente

Este blog inclui os meus 4 blogs anteriores: alegadamente - Carta à Berta / plectro - Desabafos de um Vagabundo / gilcartoon - Miga, a Formiga / estro - A Minha Poesia. Para evitar problemas o conteúdo é apenas alegadamente correto.

Este blog inclui os meus 4 blogs anteriores: alegadamente - Carta à Berta / plectro - Desabafos de um Vagabundo / gilcartoon - Miga, a Formiga / estro - A Minha Poesia. Para evitar problemas o conteúdo é apenas alegadamente correto.

Carta à Berta nº. 657: A minha crise de Abastecimento

Berta 657.jpgOlá Berta,

Diz o povo que “não há fome que não dê em fartura”, mas hoje eu diria algo um pouco diferente, talvez… “não há fartura que não termine em fome.” Como tu bem sabes, minha cara, eu moro em Campo de Ourique, na rua Francisco Metrass, exatamente entre 3 supermercados. Na minha frente, à esquerda, tenho o “Pingo Doce”, e à direita o “Go Natural” da cadeia Continente e do meu lado direito, a pouco metros de mim, fica localizado o “minipreço”, ou seja, vivo no meio de uma fartura de locais onde me abastecer sem ter que andar muito.

Acontece que acordei recentemente, amiguinha, para uma realidade surreal. Na porta do Pingo Doce foi colocado um cartaz a avisar os utentes de que o supermercado entra em obras de remodelação já nesta segunda-feira, dia 5 deste fevereiro, e não consta qualquer previsão de duração dos trabalhos.

Já o Continente chegou à conclusão que o Go Natural da Francisco Metrass não era rentável e fechou as portas em definitivo no passado dia 31 de janeiro. Repentinamente, sem saber ler nem escrever, querida confidente, vi 2 das 3 opções que tinha deixarem de me prestar serviços. Ora eu, que estou sempre a reclamar com os camiões de abastecimento que começam a chegar à rua às 5 da manhã, desta vez, não achei graça nenhuma às novidades.

Estava a contar este relambório ao dono do minipreço, que tem o franchising da marca aqui na rua, e o sujeito começa a rir-se para mim. Diz-me então que também eles vão fechar porque a marca foi comprada pela Auchan e vai ser preciso fazer a remodelação e troca de produtos. De sobrolho franzido, minha querida, perguntei para quando estava prevista essa operação e ele, ainda a rir, diz-me que é uma questão de poucos dias, mas que ainda não sabe ao certo. Só vai saber mesmo em cima da hora, com um aviso de 2 ou 3 dias.

Berta, tu achas isto normal? Porque eu não acho bem passar da fartura em opções de abastecimento, para ter de me deslocar 3 quarteirões para fazer as compras do dia, da semana ou do mês. Não me parece nada bem este esvaziar da minha rua em termos de supermercados. Verdadeiramente considero um atentado grave ao meu conforto e ao acesso aos bens elementares da minha estabilidade alimentar.

Eu sei que te vais rir e dizer que tenho muitas opções num raio de 500 metros, mas 500 metros é 20 vezes mais longe do que aquilo que até agora eu tinha. Nem me venhas com a história de que andar me faz bem, que na minha idade… blá blá, blá. Já estou até com nostalgias das chegadas dos camiões às 5 da manhã. Eu sei que estou a olhar apenas para o meu umbigo, mas não é o umbigo que se está a queixar é mesmo a minha pança ou bandulho e não tarda serão as minhas pernas. Tu não tens pena de um pobre desgraçado é o que é e… e para de te rires. Beijos,

Gil Saraiva

 

 

 

Carta à Berta: O Requerimento à Câmara Municipal - Ruído em Campo de Ourique

Berta 118.jpg

Olá Berta,

Escrevi ontem um requerimento para a Câmara Municipal de Lisboa. Não fiques intrigada, isto sou apenas eu farto dos abusos praticados nas cargas e descargas dos 3 supermercados da Rua Francisco Metrass em Campo de Ourique. Já se tornou banal os camiões chegarem antes das 6 da manhã, como se fossem realmente os Reis da Rua. Nem sequer distingo o Minipreço, do Pingo Doce ou do Go Natural (da Sonae). São os 3 em conjunto que geram o problema. Em resumo, o direito ao descanso da vizinhança e ao respetivo silêncio, não tem lugar na ordem de prioridades destas superfícies do retalho.

Mando-te, embora tenha tapado os meus dados pessoais com uns “aliens”, uma cópia do requerimento enviado para a autarquia. Nele solicito 3 coisas:

  1. Uma fiscalização devidamente bem elaborada que acabe, definitivamente, com os abusos praticados no que se refere aos horários de cargas e descargas presentemente em vigor na Rua francisco Metrass em Campo de Ourique, mas uma fiscalização que multe e penalize esta gente de acordo com o que a própria lei prevê;
  2. Um esclarecimento sobre como é possível uma deliberação e regulamento camarário se poderem sobrepor aos Decretos-Lei que se encontram em vigor no que concerne ao Regulamento Geral do Ruído.
  3. Um pedido de alteração do horário de funcionamento das cargas e descargas, para tentar que o mesmo só seja autorizado a funcionar a partir das 8 horas da manhã.

Eu sei que provavelmente esta última solicitação vai cair em saco roto. Afinal estas cargas e descargas afetam pouco mais de 200 pessoas. Um peso que pode não chegar para obrigar a Câmara Municipal a repensar o horário atribuído a estes “aliens” que, por não pertencerem ao bairro, se estão nas tintas pelo respeito de vizinhança que deveriam ter.

Contudo, se for efetuada uma fiscalização séria aos abusos no que aos horários diz respeito, pode ser que, com sorte e algum bom senso, deixem de existir cargas e descargas antes das 7 da manhã, o que, a acontecer, já era um progresso muito significativo.

Estou ainda curioso de saber como a Câmara vai ou não contornar o facto de estar a fazer letra morta do Regulamento Geral do Ruído ao colocar horários de carga e descarga de camiões, em áreas residenciais, antes da hora estipulada por aquele regulamento.

Prometo enviar-te notícias assim que obtiver uma resposta final dos serviços. Porém, caso tudo fique em águas de bacalhau, estou decidido a avançar para um abaixo assinado a enviar conjuntamente com um segundo requerimento, espero é que isso não seja preciso, mas apenas pela trabalheira que dá e pelo tempo que demora.

Por hoje é tudo, despeço-me com um abraço enorme, sempre saudoso, este que não te esquece,

Gil Saraiva

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub