Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Carta à Berta

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta: Série: Quadras Populares Sujeitas a Tema - 6) O Chico Esperto

Berta 99.jpg

 

Olá Berta,

Esta é nonagésima nona carta que te escrevo. O tempo passa, minha querida amiga, e quase não damos por ele. Parece que foi ontem que começamos a trocar correspondência. Espero que as nossas cartas te tenham proporcionado o mesmo que a mim. Estes últimos 3 meses e tal foram deveras criativos. Este facto é, pelo que consigo lembrar-me, a única coisa boa da tua partida de Lisboa rumo ao Algarve.

Saber que alguém espera por um dado momento do dia para nos ler é algo muito agradável. Ainda para mais se for, como acontece, alguém com o devido sentido crítico. Contudo, se algum dia te fartares estás à vontade para avisares. Nada disto teria qualquer graça se fosse feito por frete, a contragosto ou algo do género.  

O teu tema de hoje, para as quadras populares, foi dos mais difíceis até agora. Bem… também me pode ter faltado a inspiração na hora de escrever, porém, acho que consegui passar a ideia, mas tu é que serves de júri. Se reprovares alguma eu quero ter direito a, pelo menos, mais duas tentativas, combinado? Espero que sim.

Série: Quadras Populares Sujeitas a Tema - 6) O Chico Esperto.

 

O Chico Esperto I

(Primeira Tentativa)

 

Quem sem água mata a sede,

É esperto ou oportunista,

É como pescar, sem rede,

Há que ser-se especialista.

 

O Chico Esperto II

(Segunda Tentativa)

 

A mim não me enganas tu...

Tudo sabe o rei do esquema,

Vende frango por peru,

Para ele, truque é poema.

 

Gil Saraiva

 

Por hoje é tudo, recebe este beijo com que me despeço, feliz por estas nossas conversas escritas, com carinho e saudade, este teu amigo do costume,

Gil Saraiva.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub