Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Carta à Berta

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta: Série "Os Segredos de Baco" - XVIII - Os Atributos do Vinho - A Doçura

Berta 152.jpg

Olá Berta,

Hoje é a vez de “Os Segredos de Baco” entrarem naquilo a que eu chamo de: “Os Atributos do Vinho”. São 7 as grandes categorias, a saber: a Doçura, a Acidez, o Amargor, o Álcool, o Corpo, o Tanino e a Maciez. Todas elas têm 5 graus de intensidade básica, exceção feita ao amargor que só tem 3. É interessante constatar que são eles e o modo como os sentimos em cada vinho, que nos influenciam as preferências, as predileções e as decisões na hora de optarmos por um determinado vinho para consumir, isto se, evidentemente, soubermos à partida aquilo que vamos beber ou se o rótulo trouxer indicação suficiente sobre o assunto em causa. Comecemos pelo mapa abaixo:

Os Principais Atributos do Vinho

Berta 152 B.jpgPodia perfeitamente ocupar uma carta exclusivamente para cada um destes atributos, mas, afinal, o que mais importa aqui é ficares, minha amiga, com uma ideia simples sobre cada um deles.

I) Doçura:

A) A sensação da doçura vem, basicamente, do açúcar residual do vinho, isto é, da frutose proveniente da uva, que não desapareceu durante a fermentação alcoólica, a qual transfere parte deste açúcar transformando-o em álcool.

B) O palato também pode ser manipulado pela acidez, tanino e anidrido carbônico, que amenizam a doçura e ainda pelo álcool etílico, glicerol e pectina, que acentuam a sensação táctil de maciez. Convém lembrar-te que a maciez pode ser confundida, muitas vezes, com o estímulo gustativo da doçura.

C) Por um lado, vinhos totalmente sem açúcar residual podem parecer agradáveis devido à baixa acidez e elevado nível alcoólico, por exemplo. Contudo, por outro lado, líquidos com alto teor de açúcar residual podem não chegar a ser enjoativos, caso tenham boa acidez e baixo teor de álcool, como é o caso de muitos vinhos espumantes. Em resumo, saber descobrir o nível de doçura e distinguir a quantidade de açúcar, facilmente, exige algum treino.

D) É importante deixar clara a distinção entre os secos, suaves, os adocicados, os doces, também chamados de sobremesa e os licorosos que, por si só, constituem toda uma nova categoria.

1) Os secos:

Todos nós nos apercebemos imediatamente quais são. Sentimos no vinho como que a falta de açúcar. Algumas pessoas apelidam-nos de desérticos, embora essa designação seja mais poesia do que qualquer entendimento correto do que um vinho seco traduz.

2) Os Suaves:

Também apelidados por alguns especialistas como meio-doces, usufruem de alguma doçura, proveniente de um açúcar residual entre 10 e 30 gramas por litro, aproximadamente. Neste nível são raros os exemplares de grande qualidade, além de serem pouco versáteis à mesa.

3) Os Adocicados:

Tal como os secos são de fácil deteção, suportam entre 31 a 39 gramas de açúcar residual por litro e o índice de qualidade sobe ao ponto de nos deixar uma agradável sensação no seu consumo.

4)Os Doces:

Estes vinhos ganham facilmente apelidos de néctar e são do nível de onde saem muitos dos vinhos de qualidade superior, contendo mais 40 gramas de açúcar residual por litro, aliás, eles constituem, principalmente na região francesa de Sauternes, em Bordeaux, alguns dos rótulos mais premiados do mundo.

5) Os Licorosos:

Conforme já referi, este nível sai da ordem pura dos vinhos brancos, rosés ou tintos, para entrar numa categoria completamente autónoma por si mesma. Por isso mesmo, não se enquadra naquilo que constitui a minha análise presente nestas cartas. Aliás, para falar deles terei de dedicar-lhes uma ou mais cartas.

Ficam os outros atributos para próximas cartas. Continuo à espera que me digas também algo sobre as regiões. Despeço-me, minha querida amiga, com um beijo franco e alegre,

Gil Saraiva

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo