Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Carta à Berta

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta: O que Dizer de um Governo que Faz que Dá, mas Não Dá?

Berta 401.jpg

Olá Berta,

Eu sei que devia estar contente com a entrada em vigor hoje da redução do IVA na eletricidade. Afinal, até parece que o Governo pensou seriamente nos portugueses, porém detesto que me atirem areia para os olhos. Na verdade, se observarmos bem o que é aplicado na descida do IVA da energia elétrica, apenas descem os primeiros 10 a 20% da taxa, isto é, o IVA baixa de 23 para 13% somente nos primeiros 100 KWh (quilowatts por hora), em cada mês de consumo.

Ora, uma família de até duas pessoas consome mensalmente entre 500 e 600 kWh, contudo, se se tratar de uma família maior (entre 3 a 5 pessoas) já o valor passa a rondar um gasto entre os 600 a 1000 KWh, assim, sobre a fatura, a baixa de 10% no imposto apenas recai entre 20 a 10% do total do consumo de uma casa e isto apenas para quem esteja num escalão inferior de potência contratada igual ou inferior a 6,9 kVA.

Em conclusão, e fazendo contas a faturas entre os 50 e os 140 euros, o Estado, com a sua maravilhosa legislação da treta, dá-nos um desconto entre 1,5 a 2,5 euros. Uma grandessíssima bosta. Aliás, nem devia poder dizer, como propaganda, que baixou o IVA da eletricidade. É insultuoso e trata-nos como mentecaptos. É ridícula toda a campanha feita em torno deste assunto pelos políticos e imprensa.

Nem me alargo mais sobre este tema que me trata como se eu fosse um idiota. Despeço-me de ti, querida amiga, com um beijo de despedida, deste teu amigo de sempre,

Gil Saraiva

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub