Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Carta à Berta

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta: Neva em Nova Iorque

Berta 464.jpg

Olá Berta,

Nova Iorque não via neve há cinco anos, quem o afirma é o New York Post, que garante que o fenómeno já não acontecia desde 2016. Aquela que foi durante muito tempo, em 2020, a capital da Covid-19 nos Estados Unidos da América, Nova Iorque, teve como brinde a neve oferecida pela Orlena, a tempestade de neve que chegou ao país neste domingo, segundo informação detalhada do instituto de meteorologia norte-americano.

A neve promete, entre ontem e hoje, uma descarga de flocos, que pode chegar aos sessenta centímetros de altura máxima, uma densidade bastante apreciável para o que normalmente acontece naquelas paragens. Para os garotos é tempo de divertimento, de bonecos de neve, de escorregas improvisados, de tombos e quedas misturados com risos e gargalhadas. Enfim, trata-se de aproveitar da melhor maneira possível um momento que, por força da ação do clima, se torna lúdico e alegre.

Basta percorrer as páginas online sobre Manhattan para descobrir fotografias e vídeos de diversão e folia na neve citadina. Por dois dias as pessoas esquecerão a pandemia, embora se note claramente a manutenção das distâncias sociais e um uso praticamente generalizado de máscaras contra o coronavírus. “Times Square”, não tem muita gente a passear a pé, estando os passeios higiénicos a acontecer em pequenos grupos familiares, quase todos com crianças, no Central Park.  Aí é possível construir com rapidez um boneco na neve e fotografá-lo para a posteridade.

Minha querida Berta, adorei trazer-te este relato bem-disposto numa época onde é rara a existência de momentos de alegria e de convívio. Despede-se, com um beijinho, este teu amigo, sempre pronto a ajudar no que precisares, com votos de que continues bem e feliz,

Gil Saraiva

Berta 464 a.jpg

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub