Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carta à Berta

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta: Campo de Ourique - A Morte da Galinha dos Ovos de Ouro - Parte II/II

Berta 239.jpg

Olá Berta,

Continuando a minha história de ontem sobre a saída prematura da ave rara da minha aldeia, ou seja, de Campo de Ourique e a chegada da Corte Real do Oriente Lusitano, repito, Oriente porque a origem é a Índia e Lusitano porque a família é originária de Goa, cumpre-me hoje falar, precisamente, desse sucessor, que tantas boas coisas augura para este burgo.

Campo de Ourique: A Morte

da Galinha dos Ovos de Ouro

- Parte II/II

Conseguirá o Infante ajudar o bairro a manter a sua identidade? Esperemos que sim, a ave rara que agora só voa lá para os lados do parlamento, diziam, estava disposta a vender-nos o coração ao turismo e aos interesses imobiliários. Certamente más línguas de quem nada sabe. Contudo, pelo sim pelo não, ainda bem que levantou voo. Paz no seu ninho é o que lhe desejo.

Todavia, é preciso que Dom Pedro Costa Segundo ao Quadrado, consiga manter o segredo de Campo de Ourique seguro, para que este permaneça um bairro com identidade própria, que pouco tem mudado com o correr dos anos, devido ao facto de ter conseguido, até aos dias de hoje, manter o metropolitano pelas margens da freguesia. Tal como no espaço restrito de uma capoeira as aves se deslocam a pé e se conhecem umas às outras, mantendo do outro lado da rede os predadores como a raposa, também o bairro tem conseguido usar o seu planalto para se deslocar a pé, convivendo entre si, alegremente. Manter isso é agora a tarefa do Príncipe Pedro Costa II.

É que a chegada de um transporte de massas ao interior de Campo de Ourique, vai trazer magotes de gente nova ao bairro, aumentar a pressão sobre a população idosa, doente ou mais desfavorecida, obrigando-os a largar as casas onde viveram toda uma vida, importar mais crime, gerar menos segurança e menos conhecimento do próximo. O turismo terá níveis de crescimento na casa dos 50 a 100% e o bairro, que não tem as ruas estreitas de Alfama, Bairro Alto ou de outros típicos de Lisboa, perderá, em poucos anos, as caraterísticas que o tornam singular, especial e único. Um cenário a evitar porque, tal como numa capoeira nenhum galo quer magotes de falcões, doninhas, furões, águias e outros predadores com acesso facilitado à capoeira, no bairro acontece o mesmo. Nenhum! Também aqui o Príncipe do Oriente Lusitano tem de ajudar a manter a ameaça pela periferia.

Se querem mesmo trazer o metropolitano para Campo de Ourique, ao menos continuem a fazê-lo pelas margens. Uma estação quiçá junto ao Shopping das Amoreiras, outra talvez na praça João Bosco. Porém, pelos anjinhos, não coloquem nenhuma estação dentro ou no meio do bairro.

A beleza desta aldeia está precisamente na proximidade entre as coisas e as pessoas, já nos debatemos hoje em dia com alguma descaraterização de habitantes, porém, ainda dentro dos limites do controlável.

Abrir um Metro no centro de Campo de Ourique seria matar a Galinha dos Ovos de Ouro, acabando com o que o carateriza. O progresso pode chegar, mas com regras, com respeito pelo que somos. Afinal, nunca mais me esqueço de como era a Avenida Almirante Reis antes do Metropolitano e daquilo em que se transformou depois. Espero que a juventude e agilidade do Príncipe Pedro Costa Segundo consiga levar a bom porto esta tarefa fundamental para que este bairro se mantenha com as caraterísticas que sempre lhe reconhecemos.

Despede-se com carinho, querida Berta, e a penar com este problema de avicultura, o teu amigão do peito,

Gil Saraiva

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub