Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Carta à Berta

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta: Benfica da Glória à Tristeza

Berta 281.jpg

Olá Berta,

Hoje começo o dia tristonho. O Benfica, o meu clube do coração, voltou a perder mais um título para o FCP. Já não bastava a triste figura de Bruno Lages no final do campeonato, com a substituição manhosa por um desconhecido, como, para terminar o ano futebolístico em beleza, depois de oferecermos o campeonato ao Porto, ainda lhes entregamos de bandeja a Taça de Portugal. A jogar contra 10, numa atuação miserável da nossa parte.

Parabéns aos vencedores das 2 competições, pois que a sorte protege os audazes, disso não tenho a menor dúvida. Não é que o Porto tenha feito muito melhor do que o Benfica, porém o que fez foi suficiente e isso diz tudo. O meu clube perdeu em toda a linha. Perdeu a garra, a vontade, o espírito.

Acaba o ano sem conseguir levar a cabo a operação preparada para a bolsa de valores, perde o treinador em desgraça, promove um treinador de segunda categoria, vai parar (com o seu presidente junto) ao banco dos réus da justiça, contrata um treinador para a próxima época que eu jamais queria voltar a ver na Luz (independentemente de ele poder vir a ganhar seja lá o que for) e termina a lançar umas camisolas para a próxima época que desrespeitam, em absoluto, as cores e a matriz benfiquista com os emblemas em dourado e preto ou em prateado e preto.

Com efeito, sem saber como, descubro que o Benfica está de luto. A morte do espírito da águia até pode ser uma ilusão destes tempos de Covid, mas não é desculpa para nada. Os outros também tiveram a pandemia e o mesmo tipo de problemas.

Tristemente, nada me parece desculpar todo o sucedido. Nada não. Talvez a soberba. Quem é religioso considera-a um pecado mortal. Quanto a mim, bem… para mim, foi um sentimento fatal.

Espero que o Benfica volte à glória e só um evento me fará dar atenção ao Benfica no ano futebolístico que se avizinha: estou a falar da contratação de Cavani. Se este facto terminar em mais um logro, restar-me-á apoiar o regresso do Farense à Primeira Liga. Uma equipa da terra onde vivi a infância e a juventude. Viva o Farense.

Despeço-me com um beijo tristonho, minha querida amiga. Hoje seria um bom dia para ir jantar fora contigo e rir-me um pouco com a tua boa disposição, mas estás longe, e a possibilidade não existe. Até amanhã, mais um beijinho deste teu amigo,

Gil Saraiva

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub