Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Carta à Berta

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta é o local dos Desabafos de um Vagabundo, do Senhor da Bruma, essa bruma a que chamam de internet, de um Haragano, o Etéreo, qual cavalo selvagem que galopa entre cartas alegadamente, quiçá, sem fundamentos.

Carta à Berta: A Ausência

Berta 322.jpg

Olá Berta,

Por 19 dias vou estar ausente, sem qualquer acesso à internet. Não vão desaparecer as nossas cartas, nem vou abandonar os blogs que escrevo. Apenas não os carregarei nos respetivos sites nem utilizarei o Facebook até ao próximo dia 2 de outubro. Contudo, a partir dessa data irei colocando aos poucos o conteúdo respeitante a esses dias nos diferentes blogs e continuarei a fazer essa mesma atualização, ao mesmo ritmo, no Facebook.

Não vou estar ausente por motivos de saúde, que continua estável, dentro do que se pode considerar para quem em abril deste ano descobriu ter pedras na vesícula, que na altura infetou. Deveria já ter sido operado. Mas não fui. Já te contei os detalhes sobre o assunto. Eu e milhares de portugueses continuamos a aguardar por uma nova data para sermos operados. Não estou sozinho nesse problema, sendo apenas um caso entre muitos milhares.

A ausência online a partir de amanhã deve-se a uma recomendação médica de mudança de ares. Por sorte, uns amigos arranjaram-me um novo poiso sem custos de alojamento. Vou seguir o conselho e ausentar-me ao fim de 5 anos sem férias e sem sair da mesma casa. Vai saber bem, por isso não te preocupes. Receberás as minhas cartas pelo correio e apenas não as colocarei de imediato nos blogs e no Facebook, mas nada mais se altera.

Não te preocupes que estou bem, dentro do possível, e estável no que respeita ao problema da vesícula. Continuo, evidentemente, com dieta zero de gorduras e álcool.

As cartas vão levar mais tempo a chegar à tua morada, pois não terei correio eletrónico para te as enviar. Mas chegarão, minha querida amiga. Recebe um beijo de despedida, deste teu amigo de sempre. Saudosamente,

Gil Saraiva

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

Em destaque no SAPO Blogs
pub